sexta-feira, 10 de julho de 2009

missões nacionais

Junta de missões

A velocidade com que as drogas estão avançando e destruindo a vida de tanta gente pelo Brasil afora levou a Junta de Missões Nacionais (JMN) a preparar um grupo de radicais para morar na Cracolândia, em São Paulo. São 13 radicais que durante seis meses, a partir desta semana, terão o desafio de plantar e fazer frutificar a semente do Evangelho em um dos maiores pontos de uso e distribuição de drogas do País.
O projeto Radical Brasil Cracolândia foi anunciado pelo pastor Fernando Brandão, diretor-executivo da JMN, na sexta-feira à noite. Ele veio a Maceió participar, como mensageiro, do Culto de Comissionamento (envio ao campo) de 142 voluntários da Trans Alagoas, uma grande operação evangelística que está sendo realizada desde ontem (4) em Maceió e outras 11 cidades do interior do Estado.
O Culto de Comissionamento dos radicais e do casal de missionários que coordenará o projeto, pastor Humberto e Soraya Machado, ambos com experiência na evangelização de marginalizados, será às 20 horas de amanhã (6), na Primeira Igreja Batista de São Paulo, com a presença do prefeito da cidade, Gilberto Kassab, do diretor-executivo e de outros representantes da JMN. Eles foram treinados durante três meses no Centro Integrado de Educação e Missões (Ciem), no Rio de Janeiro, para o trabalho na Cracolândia.
O projeto, segundo o pastor Fernando Brandão, nasceu no coração de Deus. “Freqüentemente temos visto nos noticiários informações sobre essa região na estação da Luz, onde vidas estão sendo destruídas. Nesse cenário surge um projeto arrojado e desafiador. Riscos nós temos. Implicações, as mais diversas. É uma atuação extremamente complexa, mas as portas do inferno terão que recuar, inevitavelmente".
Da próxima terça-feira até dezembro, os radicais estarão rodeados por densas trevas, vivendo para a transformação do dia-a-dia daqueles que estão reféns dos entorpecentes. "A igreja é a esperança do Brasil. A igreja que tem a palavra de Deus. O Estado não tem, mas o Evangelho tem a resposta para as pessoas que estão caídas na calçada da Cracolândia e nós não podemos nos omitir", reforça o pastor Fernando Brandão.
Em Maceió
Falando aos voluntários da Trans Alagoas e a um grande número de pessoas que participaram do Culto de Comissionamento na Igreja Batista do Farol, na sexta-feira à noite, o pastor Fernando Brandão revelou sua preocupação com a destruição que o crack tem causado não apenas em São Paulo mas em todo o Brasil. “Eu imagino que aqui em Maceió não seja diferente! Deve existir alguma coisa parecida com a Cracolândia por aqui! E como igreja. Em nome do Senhor Jesus, precisamos declarar guerra ao poder das trevas que está encastelado na vida de tantas pessoas”, ressalta o dirigente da JMN.
Ele convocou o povo batista para avançar, porque as drogas estão chegando a lugares que ainda não foram alcançados pelo Evangelho. “Milhões de brasileiros estão enfermos espiritualmente, mortos na idolatria, nas drogas, na corrupção, na prostituição, na exploração sexual de crianças. Outras enfermidades se abatem sobre a nossa nação e precisamos orar para Deus libertar essas pessoas do poder das trevas”, concluiu.

Nenhum comentário:

Postar um comentário

Familia pastoral

Familia pastoral
Pr.Fernando Dionisio,Pra.joana Dark,Ramon, Rubém,Sillas

SEJÁ BEM VINDO

Pesquisar este blog

MSN

RADIO EM ADORAÇÃO