sexta-feira, 10 de julho de 2009

missões Haiti sucesso

Haiti


Nos meses de junho e julho um grupo de 40 irmãos, composto de 27 mulheres e 13 homens, esteve no Haiti. Eles – membros de várias igrejas – fizeram parte da caravana “Brasil e Haiti:


Unidos por uma nova nação”. Este é mais um projeto desenvolvido por Missões Mundiais, que esteve sob a coordenação dos pastores Mayrinkellison Wanderley (Coordenador de Missões da JMM) e Marcos Grava (Coordenador do PEM – Programa Esportivo Missionário).Os batistas brasileiros mantêm, através de Missões Mundiais, seis missionários da terra no Haiti que têm realizado um profícuo trabalho naquela nação tão carente física e espiritualmente.


“Nós precisamos investir mais no Seminário Batista existente no país e no trabalho que as igrejas locais desenvolve”, explica o Pr. Mayrinkellison. Assim, Missões Mundiais enviou mais essa caravana ao Haiti, que foi composta por médicos, dentistas, pastores, missionários, enfermeiras, vários professores, secretárias, empresário, engenheiro, esteticista, nutricionista, turismóloga, recepcionista, assistente comercial, militar e estudantes de várias áreas. Missão cumprida O último boletim, enviado pela liderança da equipe de voluntários que esteve no Haiti, informa sobre as inúmeras bênçãos recebidas naquele país onde os voluntários viveram experiências que os fizeram crescer se unirem ainda mais como Corpo de Cristo.



O grupo viveu um tempo difícil naquele campo devido ao cansaço acumulado, e o Senhor operou na vida de cada componente da caravana.Nos dois últimos dias, que ali passaram, eles contaram com o maior número de crianças presentes; e fizeram mais atendimentos médicos e dentários. Aproximadamente 450 crianças participaram dos KidsGames, e cerca de 130 pessoas foram atendidas por nossos profissionais de saúde. “Não tínhamos muitos recursos, e em muitas vezes não podíamos fazer nada, mas Deus nos levantou para orar, para interceder e para nos mostrar que, sem Ele, nós não somos nada”, diz uma voluntária.Outro testemunho que marcou muito a vida de cada voluntário, foi o de uma dentista voluntária que, com apenas o cabo de uma escova, removeu três raízes de dente de uma pequena menina, sem anestesia e em situação de emergência, pois certamente seriam focos de infecção futura.


Ao final, a dentista ouviu da mãe da menina que durante a noite anterior ela teve um sonho, e Deus lhe mostrava neste sonho que uma médica e uma dentista viriam cuidar de sua filha.Depois de tantas experiências profissionais, ministeriais e espirituais, e de se sentirem usados por Deus no Haiti, os voluntários voltam para casa com o coração partido, mas muito felizes por saber que cumpriram aquilo que o Pai lhes ordenou. O sentimento e desejo de cada um deles é de querer fazer mais e continuar evangelizando os não-alcançados e perdidos.




Foi assim que, através de suas vidas e testemunhos, eles contagiaram outros irmãos a cumprir também o “Ide” de Jesus.Pedimos aos crentes brasileiros que continuem orando pelas igrejas e irmãos haitianos. Que Deus levante mais brasileiros que estejam dispostos a ir servi-Lo no Haiti, pois o país clama por salvação!

Nenhum comentário:

Postar um comentário

Familia pastoral

Familia pastoral
Pr.Fernando Dionisio,Pra.joana Dark,Ramon, Rubém,Sillas

SEJÁ BEM VINDO

Pesquisar este blog

MSN

RADIO EM ADORAÇÃO